icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/11/2013
18:23

No início da tarde desta segunda-feira, a gestora da Arena informou que os ingressos colocados a venda para o setor da geral, os mais baratos, estão esgotados. O volante Souza comemorou o fato de indicar grande público para a decisão com o Atlético-PR, na quarta-feira, pela Copa do Brasil. O jogador, porém, pede que os gremistas que estiverem no estádio deixem as diferenças de lado, quaisquer sejam elas, para dedicar 90 minutos de apoio ao time em campo.

- É difícil conter a euforia da torcida, estão torcendo como a gente quer. Pensamos por esse lado, porque somos profissionais. Torcedor quer o gol todo instante. Mas sempre vamos pedir, e que nos ajudem. Qualquer crítica traz insegurança, e não é o momento. É o momento de esquecer as diferenças que houver, entre torcedor e jogador ou torcedor e treinador. Que a torcida apoie. Acabando, que fique a vontade de fazer o que quiser, o que bem entender. Comemore ou vaie. Mas que nos apoie para a gente colcar a pressão que a gente quer colocar no Atlético - explicou o camisa 5 gremista.

O time gremista irá ter os retornos de Kleber, Vargas e Barcos para a partida, em relação ao primeiro jogo da semifinal do Furacão. O Tricolor precisa no mínimo de 1 a 0, para levar a decisão aos pênaltis, ou 2 a 0 para se classificar para a final de maneira direta. Apesar de pedir paciência aos tricolores, Souza ficou animado com a possibilidade de bom público na Arena.

- Em relação a torcida, ficamos contentes em saber que os ingressos da geral estão esgostados. Vai ter apoio de fora. Vão sair, a equipe chega bastante, é qualificada. Não sei se foi sorte ou tranquilidade, mas criamos. Muitas vezes não criamos e ganhamos de 1 a 0. Desta vez, foi diferente. Criamos, mas não fizemos. De repente tem coisa melhor guardada para a gente na quarta-feira. Sabendo que do outro lado tem uma equipe que é rápida, que está como nós. São equipes de qualidade, mas com a força da torcida, temos condições de reverter o placar - confiou Souza.