icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
14:08

A tensão entre Ucrânia e Rússia se intensifica, e mais estrangeiros do mundo do futebol são afetados pelos conflitos políticos da região. Desta vez, outro brasileiro, o lateral Wallace, do Hoverla Uzhhorod, falou sobre a rotina de aflição de quem vive no "fogo cruzado".

- As notícias, fico sabendo pela TV, pois estou no oeste do país, e o principal problema agora é no leste, onde estão acontecendo conflitos diários. Hoje, ninguém sabe qual será o futuro do país. Para a gente viver nessa situação é complicado - disse o brasileiro, que também revelou que estuda deixar o país e o atual clube:

- estou buscando uma solução com o clube para, talvez, sair. Alguns estrangeiros daqui do time estão fazendo o mesmo. Até pelos problemas do país o clube passa por dificuldades financeiras. Então espero chegar a um acordo bom para os dois lados.

Os conflitos entre ucranianos e russos iniciaram em novembro de 2013, e já levaram brasileiros do Shakhtar Donetsk a se recusarem a voltar ao Leste Europeu. Com a convocação parcial dos reservistas ucranianos para o exército, até o brasileiro Edmar Lacerda, naturalizado, foi afetado, e busca solução para não lutar em possível guerra.