icons.title signature.placeholder Renato Rodrigues
29/03/2014
08:04

Corinthians e Emerson Sheik, definitivamente, não combinam mais. Com o sai-ou-não-sai do atacante, a relação entre as partes está cada vez mais tensa. Apesar de cumprir com suas obrigações no dia a dia do CT Joaquim Grava, o jogador tem tirado a paciência da diretoria alvinegra.

A decisão de que o camisa 11 tem que deixar o Timão é unânime em todos os setores. Sheik, no entanto, não se mostra nem um pouco disposto a deixar o Corinthians. Conforme o LANCE!Net apurou, o atacante alvinegro repete o que pensa para pessoas próximas e funcionários do clube sempre que alguém toca no assunto.

– Não saio! Quero ficar – tem dito a interlocutores.

A convicção – ou teimosia para a diretoria – de Emerson tem dado o que falar. Nem o fato de o seu salário de R$ 500 mil ser considerado muito alto por outros clubes, o que travava uma transferência, explica a permanência dele, já que o Corinthians aceita dividir os rendimentos – metade para cada clube – como aconteceu com o Botafogo. Nos bastidores o discurso é o mesmo: não se trata do Corinthians, dos interessados ou dinheiro, o que fala alto é a vontade do atleta.

Entre outras coisas, Emerson alega que renovou o aluguel de sua casa em Alphaville, em Barueri, na Grande São Paulo, no início deste ano e não quer romper o acordo.

Enquanto isso, o Timão tenta miná-lo. Primeiro, o técnico Mano Menezes não o relacionou para o jogo contra o Atlético Sorocaba, no último domingo, mesmo com ele recuperado de lesão e treinando havia uma semana. Na manhã de sexta-feira, Emerson foi tirado do treino tático que reuniu 16 jogadores e foi parar em outro campo, em atividade técnica com jogadores menos utilizados e garotos que subiram da base.

Apesar da gratidão pelo papel decisivo nos últimos títulos do Corinthians, principalmente na Libertadores, virou questão de honra resolver o “problema Emerson“. O presidente Mário Gobbi Filho, que acumula a função de diretor de futebol desde o afastamento por motivos de saúde de Ronaldo Ximenes, quer acabar com a novela o quanto antes. Só neste ano, Sheik rejeitou Grêmio e Atlético-MG e, recentemente, o Botafogo.

A reportagem do L!Net tenta entrevista com Sheik desde o início do ano, mas o atacante não quer falar.

OPINIÃO DE TORCEDORES:

Na conta @LANCE_Timao no Twitter, foi lançada a pergunta: Corintiano, você é a favor ou contra a permanência de Emerson? A maioria dos torcedores pediram a saída do atacante.

@Naianny03
Foi muito importante, mas já deu. Faz tempo que não joga bem e se ele ficar vai conseguir “apagar” o que ele fez.

@_malucodoido_
Ele não joga mais. Somos todos gratos, mas o ciclo acabou. Valeu, Sheik!

@stan_medeiros
Minha resposta se resume em duas palavras: OBRIGADO e TCHAU!

@thiagodiaz67
Sou totalmente a favor. Quem tem que sair é o senhor Mário Gobbi!

@EliasNettor10
Foi um erro a renovação do contrato. Depois de 2012 o seu futebol só caiu!

@BuenoEdman
Completamente a favor! Joga demais ainda. Está em fase ruim, porém quem não está no Corinthians?

@Wallacehill
É um salário muito alto. Ele não está em má fase, ele já está ruim mesmo.

@MarcusCosta1
Tenho gratidão pela Libertadores que ele fez, mas não podemos viver de passado. Faz dois anos que não joga.

@lfgbeltrami
Mano e diretoria continuam a queimar jogadores.

@mlkbruno31
Contra! Não está jogando nada!