icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/11/2013
22:49

Se já não bastasse o empate e a possibilidade de entrar na última rodada do Campeonato Brasileiro na zona do rebaixamento, o Fluminense ainda terá outros problemas durante a semana para trabalhar e buscar uma vitória e, consequemente, a salvação no domingo, diante do Bahia.

Com o terceiro cartão amarelo, Digão, que é zagueiro, mas tem jogado improvisado na lateral esquerda, não poderá jogar a última partida do Brasileirão e, sem Carlinhos que está machucado, Dorival Júnior se vê sem muitas opções. Ronan, formado na base do clube, deve ser o substituto.

- Ainda não fiz uma avaliação e temos possibilidades. Tem o Ronan que está voltando. Vamos pensar com calma, o Anderson é uma opção. Temos esta semana para buscar a melhor situação possível - disse Dorival.

Sem Digão suspenso, Dorival também não deverá contar com Valencia, que foi substituído por Edinho após sentir dores na coxa. O volante, que passou grande parte da temporada lesionado, pode ser mais um desfalque no momento critíco da equipe. Enquanto Wágner, que também saiu machucado, não preocupa o técnico.

- O Valencia está praticamente fora e prejudicou porque queimamos uma alteração muito cedo. Acreditavamos que ele podia aguentar a partida. Imaginavamos que jogaria. Sentiu outro tipo de lesão e é natural que você tendo que alterar logo de início complicada para qualquer treinador. Wágner não preocupa - concluiu.

Com o empate diante do Atlético-MG, o Fluminense permaneceu na 16ª colocação, com 43 pontos, e enfrentará o Bahia, no dia 8 de dezembro, em Salvador, pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

Fluminense empata com Atlético-MG e fica em situação delicada