icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/12/2013
12:15

O acidente de Michael Schumacher nos Alpes franceses é mais um de uma série de outras colisões ocorridas nesta prática nos últimos dias. Devido ao clima que toma a região nesta época do ano, o número de avalanches aumenta, exigindo um maior cuidado ao esquiar.

Segundo o jornal inglês "The Telegraph", uma série de avalanches matou sete pessoas em dois dias. As autoridades já estão alertando o público sobre o perigo, pedindo que os esquiadores não saiam das áreas demarcadas, como ocorreu com o ex-piloto.

Entre os casos mais recentes, estão o de um guia de montanha de 44 anos que morreu ao ser atingido por uma avalanche enquanto tentava chegar a um chalé, o de um snowboarder de 16 anos que chegou a ser levado para Grenoble, como Schumacher, mas não resistiu, e de um outro jovem de 18 anos, que foi resgatado vivo, mas morreu no hospital.

A maior preocupação das autoridades é que os esportistas não estão seguindo as instruções e procurando áreas não permitidas para poderem praticar o esporte. O desrespeito dos esquiadores, inclusive, pode ter gerado uma avalanche na estação de esqui de Val-Thorens, que terminou com três pessoas enterradas na neve, mas sem óbitos. A média de mortes na França originada pelo desastre natural é de 30 pessoas por ano.