icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
05/07/2013
11:38

A dúvida que pairava no Grêmio foi desfeita na manhã desta sexta-feira. O clube gaúcho depende de uma liberação da Federação Turca para inscrever o volante Cristian Riveros. Mas o documento não chegou e o paraguaio não acompanhou a delegação gremista que viajou para Curitiba pela manhã. Deixou o Estádio Olímpico após os colegas, sozinho.

O grupo gremista viajou para a partida com o Atlético-PR, às 18h30 deste sábado, na Vila Capanema. Será a estreia de Renato Gaúcho no comando do Tricolor, após uma semana de trabalho. O clube gaúcho já achava difícil a presença de Riveros neste sábado. Não iria levar um jogador sem condições legais de atuar na delegação.

O Tricolor enviou o empresário do atleta para conseguir a assinatura do Kayserispor, antigo clube do volante, na rescisão contratual. Feito isso, falta a liberação da federação para que o jogador possa ser inscrito na CBF. O trâmite até pode rolar até esta sexta-feira, mas o Grêmio não quis incluí-lo na viagem para Curitiba.

Durante toda a semana, Renato trabalhou com Adriano entre os titulares. O volante foi o substituto de Fernando nas partidas anteriores do Brasileirão, ainda com Luxemburgo, quando Fernando estava na Seleção Braisleira, quando Riveros ainda não tinha sido contratado. O time de Renato tem Dida; Moisés, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano, Souza, Guilherme Biteco e Zé Roberto; Vargas e Barcos.

A dúvida que pairava no Grêmio foi desfeita na manhã desta sexta-feira. O clube gaúcho depende de uma liberação da Federação Turca para inscrever o volante Cristian Riveros. Mas o documento não chegou e o paraguaio não acompanhou a delegação gremista que viajou para Curitiba pela manhã. Deixou o Estádio Olímpico após os colegas, sozinho.

O grupo gremista viajou para a partida com o Atlético-PR, às 18h30 deste sábado, na Vila Capanema. Será a estreia de Renato Gaúcho no comando do Tricolor, após uma semana de trabalho. O clube gaúcho já achava difícil a presença de Riveros neste sábado. Não iria levar um jogador sem condições legais de atuar na delegação.

O Tricolor enviou o empresário do atleta para conseguir a assinatura do Kayserispor, antigo clube do volante, na rescisão contratual. Feito isso, falta a liberação da federação para que o jogador possa ser inscrito na CBF. O trâmite até pode rolar até esta sexta-feira, mas o Grêmio não quis incluí-lo na viagem para Curitiba.

Durante toda a semana, Renato trabalhou com Adriano entre os titulares. O volante foi o substituto de Fernando nas partidas anteriores do Brasileirão, ainda com Luxemburgo, quando Fernando estava na Seleção Braisleira, quando Riveros ainda não tinha sido contratado. O time de Renato tem Dida; Moisés, Werley, Bressan e Alex Telles; Adriano, Souza, Guilherme Biteco e Zé Roberto; Vargas e Barcos.