icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/06/2014
17:24

Se a Suíça for apresentar na Copa do Mundo o que foi mostrado nesta terça-feira na vitória por 2 a 0 sobre o Peru, em Lucerna, os seus adversários no Grupo E podem ficar despreocupados. Afinal, o time treinado por Ottmar Hitzfeld mostrou um futebol pobre apesar da vitória.

Para se ter uma ideia do vazio de ideias que povoou a noite de Lucerna, basta dizer que os suíços tiveram de fato uma única chance no primeiro tempo. Em uma falta cobrada por Rodríguez, que apesar do nome é suíço, que fez o goleiro Forsyth trabalhar.

E o que estava ruim poderia ter ficado pior se Hurtado não tivesse colocado muito efeito em sua finalização. Após receber de Yotún (aquele mesmo, ex-Vasco), o meia peruano chutou à esquerda do goleiro Benaglio.

A toada seguia modorrenta no segundo tempo, de animada mesmo só a bandinha na arquibancada. Hitzfeld colocou Shaqiri em campo na tentativa de quebrar o tédio. Quando parecia que nada iria adiantar, Rodríguez cruzou e Lichtsteiner acertou uma cabeçada para vencer Forsyth.

O gol anotado aos 33 minutos parece ter empolgado os suíços, que ampliaram cinco minutos depois. Inler, que até então estava apagadíssimo, lançou Shaqiri. O jogador do Bayern acelerou e tocou na saída do goleiro peruano.

A estreia da Suíça será no dia 15 de junho, contra o Equador, em Brasília. Até lá terá de melhorar muito, pois dessa forma corre o risco de ficar pela primeira fase.