icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
11/11/2014
15:38

A Seleção Brasileira de futebol de cegos (futebol de 5) está em Tóquio, no Japão, para a disputa do Mundial da modalidade. A competição, realizada pela Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBSA, na sigla em inglês), acontecerá entre os dias 16 e 24 de novembro, no Yoyogi National Stadium Park, e reunirá 12 times. Única equipe tricampeã do mundo, o Brasil vai em busca da quarta taça.

A Seleção de futebol de 5 brasileira não sabe o que é perder uma competição desde 2007. O último campeonato em que o time não levou o título foi o Mundial de 2006, realizado em Buenos Aires, e que teve os donos da casa como campeões. De lá para cá, a equipe terminou com o troféu de todos os eventos disputados.

Nos Jogos Paralímpicos de Pequim-2008, venceu a China na grande final e conquistou o ouro. No Mundial de 2010, em Hereford, na Inglaterra, sagrou-se campeã ao derrotar a Espanha na decisão. Dois anos depois, nos Jogos de Londres-2012, vitória em cima da França e, novamente, o lugar mais alto do pódio. Neste período, o Brasil ainda conquistou uma série de torneios internacionais, como a Copa América e os Jogos Parapan-Americanos.

- Somos o time a ser batido e todos que jogam contra a gente querem ganhar e aparecer. Mas temos muita experiência e maturidade. Os jogadores estão juntos há muito tempo e prontos para a pressão. Estou na Seleção há 10 anos e nunca tivemos jogo fácil. Não vai ser agora, mas estamos preparados - diz o treinador Fábio Luiz Vasconcelos que, antes de assumir o comando da equipe fora de campo, atuou como goleiro da seleção de 2003 a 2012.

O futebol de 5 estreou nos Jogos Paralímpicos em Atenas-2004 e, desde então, o Mundial passou a ser realizado de quatro em quatro anos, em vez de ocorrer em intervalos de dois em dois, como aconteceu entre 1998 e 2002. Além do Brasil, apenas a Argentina carregou a taça de campeã em um Mundial. Os hermanos conquistaram o título nas edições de 2002 e de 2006, realizadas, respectivamente, no Rio de Janeiro e em Buenos Aires.

O Brasil é o maior vencedor da história da modalidade, com três ouros paralímpicos (Atenas-2004, Pequim-2008 e Londres-2012), três taças em Mundiais (Campinas-1998, Jerez-2000 e Hereford-2010), além de cinco Copas América e dois Parapan-Americanos.

No Mundial do Japão, Brasil e Argentina estão em grupos diferentes. A Seleção Brasileira é cabeça de chave do grupo B, que ainda conta com Turquia, China e Colômbia. Os Argentinos estão no grupo C, ao lado de Espanha, Coreia do Sul e Alemanha. No Grupo A, Japão, França, Paraguai e Marrocos completam as 12 equipes que disputam a competição. O Brasil estreia no dia 17, contra a Turquia, às 2h da manhã (horário de Brasília).