icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/12/2013
15:41

O técnico da seleção chilena, Jorge Sampaoli, rasgou elogios a Valdivia, pensando na Copa de 2014. Fã do estilo de jogo do meia palmeirense, o comandante relatou sua preocupação com a situação física do meia, quem considera "determinante" para a campanha da sua equipe no Mundial a ser disputado no Brasil. Ele comparou a importância do armador à mesma de Messi, Cristiano Ronaldo e Ribéry em suas seleções.

- O Valdivia é o talento que não temos como substituir. A demorada lesão dele gerou uma instabilidade em nós como comandantes, pois sabíamos que na sua função ele poderia nos dar algo de que muitas equipes carecem. Para o futebol que nós implementamos, ele é determinante, pois é alguém que se destaca, como o Messi na Argentina, o Cristiano Ronaldo em Portugal ou o Ribéry na França. Precisamos dele na melhor forma - afirmou o treinador.

Depois de um primeiro semestre em que sofreu por conta de uma lesão muscular que o deixou 114 dias fora dos campos, Valdivia conseguiu uma melhor sequência durante a Série B, e foi um dos principais jogadores alviverdes na campanha do título. Para evitar as seguidas voltas ao departamento médico, ele faz parte de um trabalho especial, realizado entre as comissões técnicas de Palmeiras e seleção chilena.

Ainda assim, o Mago teve problemas quando jogou em sua seleção - em novembro, contra a Inglaterra ficou fora por dores musculares, e contra o Brasil sentiu um contratura na coxa direita. Sampaoli, então, deu um ultimato: se o jogador não melhorasse sua condição física, correria riscos de não jogar o Mundial. O camisa 10 palmeirense, por sua vez, coloca Sampaoli como o principal responsável por sua melhora no segundo semestre de 2013.