icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
12:13

Destaque da zaga do Flamengo, Samir conquistou espaço entre os titulares no fim do ano passado e tem sido peça-chave para o técnico Jayme de Almeida para que o Rubro-Negro tenha a terceira defesa menos vazada do Campeonato Carioca, com 11 gols sofridos, atrás de Vasco, com nove, e Botafogo, dez. Com 19 anos, o defensor não foi poupado para a partida de quarta-feira, na vitória do Fla por 2 a 0 sobre o Bonsucesso.

- Não posso desanimar. Tenho que fazer o meu melhor sempre, não posso dar mole, porque outro companheiro pode vir e tomar o meu lugar. Estou buscando jogar bem sempre para continuar como titular do Flamengo - garantiu o zagueiro.

Contra o Bonsucesso, o jogador foi um dos mais reconhecidos pelos poucos torcidores que estiveram no Estádio Raulino de Oliveira e se sentiu lisongeado pelo carinho das arquibancadas.

- Fico muito feliz pelo reconhecimento da torcida do Flamengo. Estou sempre dando o máximo para poder agradar. Que bom que eles estão vendo isso.

Das 12 rodadas do Rubro-Negro no Estadual, o zagueiro disputou sete partidas. Nos jogos em que esteve em campo, o Rubro-Nergro levou seis gols, porém, um destes tentos o defensor não pode evitar, já que na vitória por 5 a 2 sobre o Macaé, o jogador entrou em campo aos 30 minutos do segundo tempo e o time da Região Norte-Fluminense já havia marcado um gol.


Com público pífio, Flamengo bate Bonsucesso em Volta Redonda