icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/02/2015
08:00

São poucos os times brasileiros que conseguem jogar sem uma referência no ataque. O Vasco, desde o início do ano, acabou sendo forçado a atuar desta maneira, já que as tentativas da diretoria para o setor foram frustradas, e Thalles está na Seleção Brasileira sub-20. Enquanto isso, o técnico Doriva se vira como pode. No último domingo, na vitória sobre a Cabofriense, o quarteto ofensivo formado por Marcinho, Bernardo, Montoya e Rafael Silva se encaixou razoavelmente bem, até mesmo pela fragilidade do adversário. Ainda assim, a contratação de um camisa 9 é vista como urgência.

Por enquanto, o foco dos dirigentes está em Gilberto. O atacante, do Toronto FC, do Canadá, passa por um período de treinamentos em São Januário há uma semana e já demonstrou interesse em permanecer no clube. A diretoria tenta a liberação dele por empréstimo até o fim do ano, mas quer que o salário – pouco mais de R$ 200 mil – seja pago pelo clube canadense.

Enquanto a contratação não é confirmada, Marcinho, Bernardo, Montoya e Rafael Silva estão treinando juntos desde a pré-temporada, em Pinheiral, e iniciam, aos poucos, um entrosamento. Mais experiente entre os quatro, Marcinho diz que não sente falta de um camisa 9.

- Difícil falar de sentir falta, pois não temos esse jogador, então não tem como sentir falta de algo que não temos. O que precisamos é dar confiança para quem está jogando. Confiamos muito no Rafael (Silva), que, mesmo sem fazer gols, nos ajudou muito. Criou espaço para o gol do Bernardo e para o meu. Não tem como falar de nomes, mas realmente não sinto falta de um jogador dessa característica - disse.

Vale lembrar que o setor ofensivo é uma prioridade em São Januário. Afinal, quando Doriva foi apresentado, o presidente Eurico Miranda deu uma "ordem" de que o time deveria jogar para a frente. Contra a Cabofriense foi assim. Durante toda a partida o Vasco se manteve no ataque e criou oportunidades de gol, embora tenha marcado apenas no segundo tempo. Agora, é esperar pelos próximos jogos. O primeiro será na quinta, contra o Madureira.