icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2014
14:56

O ex-lateral Willy Sagnol, atual técnico do Bordeaux, tentou explicar as suas recentes declarações, em que acabou sendo acusado de racismo. Em entrevista ao jornal "Sud Ouest", o treinador deu a entender que jogadores africanos são menos inteligentes e disciplinados. Nesta quinta, ele disse que se expressou mal.

- Se devido à minha falta de clareza ou à minha semântica imperfeita eu ofendi ou choquei alguém, peço desculpa - disse Sagnol, para depois explicar as suas declarações:

- Quando falei do jogador africano mais barato e pronto para a luta, queria me referir ao jovem africano que chega à Europa com toda a vontade de vingar, muitas vezes escapando a uma situação precária. Por falta de verbas e de infraestruturas a formação dos jogadores africanos não é tão completa quando a do jogado europeu.

Por fim, o ex-jogador do Bayern de Munique, garantiu que não é racista.

- Tenho 37 anos, 32 dos quais passados em vestiários, e nunca tive problemas desse tipo - concluiu.