icons.title signature.placeholder TÊNIS NEWS
10/02/2015
12:17

Marar Safin, negou ter sonegado impostos após uma reportagem ter ligado o ex-jogador, campeão do US Open em 2000, com contas em bancos da Suíça. A reportagem se baseou nas contas do banco HSBC dizendo que Safin teria três contas com US$ 4,87 milhões. 

Ex-número 1 do mundo, o russo é membro do parlamento russo desde 2011 e chamou as alegações de "sem noção" para a agência de notícias russa R-Sport: "Ninguém sonegou qualquer imposto", afirmou. 

 

O Consultório Investigativo de Jornalistas, uma das mídias a receber os documentos das contas do banco, disse que "não especificou o papel exato que Safin tinha na relação com a conta".

 

Marat se retirou do tênis em 2009 e além do US Open, faturou o Australian Open em 2005.