icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
16/06/2014
08:51

Um ato de sabotagem ao metrô de Recife colocou em alerta a polícia da cidade nesta Copa. No sábado, às 20h, duas horas antes de a bola rolar para Japão x Costa do Marfim, na Arena Pernambuco, dois pneus em chamas foram atirados nos trilhos por vândalos não identificados. O fato ocorreu perto de uma estação próxima do estádio e interrompeu o serviço de transporte por 15 minutos. Diante do fato, o contingente de segurança irá aumentar para a sequência do Mundial.

Coordenador do Centro Integrado de Comando e Controle Regional, Alexandre Lucena explicou todo o episódio.

- O fato ocorreu em um lugar inabitado, e ali não pode haver muro por conta de ser uma passagem de animais silvestres. Foi justamente por onde essas pessoas entraram. Não estavam querendo roubar, mas queriam sabotar a mobilidade da cidade. Agora iremos reforçar alguns pontos onde possa acontecer tal tipo de situação - disse Alexandre.

Não houve problemas com os passageiros do metrô. Um inquérito foi aberto para apurar o caso, porém ainda não há suspeitos. No entanto, a hipótese de a ação ter sido motivada como protesto contra a Copa está, inicialmente, descartada.

- Não temos ideia da motivação dessas pessoas. Não me parece ser um protesto contra a Copa. Os movimentos que estão protestando em Recife não foram agressivos em nenhum momento - falou Alexandre.

Cerca de 10 mil passageiros usaram o metrô de Recife no deslocamento para ver o jogo e deixar a Arena Pernambuco.