icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes e Igor Siqueira
26/03/2014
13:53

Apesar de estar alinhado a Flamengo e Fluminense no rompimento com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), o Vasco, por meio do presidente Roberto Dinamite, esteve na terça-feira na entidade reunido com o presidente, Rubens Lopes. O encontro foi revelado por Rubinho nesta quarta-feira, na inauguração da nova Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Sem dar detalhes, o presidente da Ferj disse apenas que foi uma conversa formal com Dinamite, mas adiantou que o dirigente não foi solicitar antecipação de dinheiro. O Vasco tem uma dívida de R$ 1.250,00 milhão.

O mandatário cruz-maltino, por sua vez, disse que a conversa foi para reiterar a posição do clube com relação às reivindicações pedidas pela ala dissidente.

- Coloquei que minha posição é de sentar em uma mesa e discutir. O que os clubes buscam é um entendimento em prol do objetivo comum. Essa discussão passa por isso. Vai ter agora uma pauta de debates e vamos manter e colocar essas posições. Ver e rever calendário e a situação das taxas - disse Dinamite, também presente na Granja Comary.

O encontro amistoso com o presidente do Vasco, porém, não evitou novas críticas de Rubinho aos presidentes de Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, e Fluminense, Peter Siemsen.

- A diretoria do Flamengo é neonata. Chegaram agora, não sabem como funciona o futebol carioca. Já o presidente do Fluminense, como falou a ex-presidente do Flamengo, Patricia Amorim, 'esse moço tem problemas'. Achei interessante essa colocação dela - disparou Rubinho.

O presidente Eduardo Bandeira de Mello também esteve no CT da Seleção, e Rubinho confirmou o encontro com o mandatário Rubro-Negro, mas manteve a posição e reafirmou que a diretoria do Flamengo precisa estar mais informada sobre o funcionamento do futebol carioca.