icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
14/04/2014
17:39

Reforço do Grêmio para a sequência da temporada, o meia Rodriguinho vestiu a camisa do Tricolor na tarde desta segunda-feira, no Estádio Olímpico. O camia 27 admitiu que precisava buscar novos ares após perder espaço no Corinthians para retomar as atuações que o deram destaque no América-MG.

Depois de ser contratado em setembro por R$ 4 milhões, Rodriguinho ganhou algumas chances com Tite. Com Mano Menezes, iniciou como titular, mas não agradou ao treinador e foi liberado após a chegada de Jadson, em negociação que envolveu Pato.

- Difícil falar isso, quando perde eapaço tem que se renovar e buscar de novo o que você fez em novos ares, para demonstrar novamente. Tenho certeza que vou ser muito útil. O Corinthians está em um momento conturbado, com a eliminação no Paulista, com novo treinador e reformulação do elenco. Fizeram com que as coisas não se encaixassem para mim. E um jogador que chegou e fez por merecer as chances, que é o Jadson. Eu perdi espaço e procurei uma grande equipe para mim - admitiu Rodriguinho.

Rodriguinho engrossa o rol de meias gremistas, que já contavam com Zé Roberto, Alán Ruiz, Maxi Rodríguez e Luan, que vem fazendo esta função. O jogador será inscrito na lista da Libertadores na vaga do centroavante Everaldo, que deve ir para o Figueirense.

Chega depois de um resultado ruim para o Tricolor: a goleada sofrida do maior rival na final do Gauchão. O 4 a 1 do Internacional, porém, não preocupa o camisa 27. Embora ele tenha admitido que viu apenas o começo da goleada.

- Vi pouco o jogo, mas depois preferi nem ver mais. A responsabilidade seria grande só de vestir a camisa do Grêmio, independente de resultado. Temos campeonatos importantes pela frente, está todo mundo empenhado em ganhar títulos - completou o reforço.

O Tricolor, após a derrota no Gre-Nal, se reapresenta na tarde desta terça-feira. O clube não deve ter problemas para inscrever Rodriguinho na Conmebol para que ele integre a lista da Libertadores.