icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/03/2014
08:00

A eliminação precocíssima do Corinthians foi o fato mais relevante da penúltima rodada do Paulistão. Nem o mais otimista anticorintiano, muito menos o alvinegro do mais empedernido pessimismo, imaginariam algo assim. O maior campeão estadual, o defensor do título, o papa-tudo dos últimos anos fez água. Ficou num insosso 0 a 0 com o Penapolense, no interior.

Ao não fazer o seu papel, o time reduziu a margem para reclamar do rival São Paulo. A derrota do Tricolor para o Ituano, no Morumbi, que em dado momento convidava ao pólo aquático, apenas consolidou o que o desempenho pífio da equipe em Penápolis deixou preparado. Os outros dois grandes, Palmeiras e Santos, fizeram jogos de muitos gols e  deixaram a definição do primeiro lugar geral para a rodada derradeira.

Ao menos isso teremos de atração. Dizer que será uma final antecipada é presunção, pois há o São Paulo na disputa e algumas surpresas do interior. Mas teremos noção de qual dos dois está mais forte no momento. Ambos desperdiçaram poucos pontos (Peixe nove e Verdão sete) e duelarão na Vila Belmiro.

No Pacaembu, o Verdão passou algum susto com a respeitável Ponte Preta, mas encaixou seu jogo no fim e venceu por 3 a 2. A Macaca, registre-se, que será adversária do Peixe nas quartas de final. O Alvinegro, com seu trio de goleadores Geuvânio, Gabriel e Cícero (cada um tem seis gols no certame) empatou por 3 a 3 com o bom time do Rio Claro.

Vale lembrar que a rodada  não terminou. Nesta terça, três jogos entre pequenos serão disputados e um merece atenção:  Comercial x Osasco Audax. Cabe aos visitantes vencer para termos ainda duas vagas abertas. Caso isso não aconteça, o Ituano estará já garantido e será o rival do Botafogo.

Além de Santos x Ponte, já sabemos que São Paulo x Penapolense será um dos duelos das quartas. Enquanto isso, Verdão aguarda quem encontrar: Bragantino ou Rio Claro. Na parte de baixo, ainda três rebaixados são desconhecidos. Oeste, Comercial, Atlético Sorocaba, Linsense e Mogi Mirim tentam escapar. Os três primeiros estão na zona da degola, para a qual os outros dois tem dois pontos de vantagem.