icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/07/2014
18:43

O velejador Robert Scheidt garantiu neste domingo o título do Sudeste Brasileiro de Laser na raia olímpica do Rio de Janeiro. Depois de um acidente com um equipamento do barco, que lhe rendeu o 11º lugar na primeira regata, o brasileiro venceu as duas últimas e conquistou a primeira colocação geral, com 16 pontos perdidos.

A pontuação é a mesma do holandês Rutger Van Schaardenburg, vice-campeão, com quem Scheidt travou um duelo na Baía de Guanabara, raia olímpica dos Jogos do Rio-2016.

– Na primeira regata, o burro (peça usada para deixar a vela mais chata nos ventos fortes) quebrou, e tive que improvisar, para chegar em 11º. Mesmo com esse incidente, consegui velejar muito bem e vencer as outras duas regatas, o que não deixou de ser uma surpresa – apontou Scheidt.

O Sudeste Brasileiro de Laser teve a participação de vários nomes fortes da classe em campanha olímpica que já estão no Rio de Janeiro para o Aquece Rio International Regatta, primeiro evento-teste do ano para os Jogos de 2016, entre 2 e 9 de agosto.

– Foi um evento bem técnico, com ventos rondados. Acertei bem a maneira de velejar, acho que estou bem adaptado à raia. Mas o evento-teste será uma competição completamente diferente, numa situação diferente. Vou aproveitar esta última semana para reforçar o treinamento – afirmou o brasileiro.

Classificação final após cinco regatas

1. Robert Scheidt (BRA) - 16 pontos perdidos (1+2+11+1+1)
2. Rutger Van Schaardenburg (NED) - 16 pp (2+1+4+5+4)
3. Charlie Buckingham (USA) - 30 pp (12+5+3+4+6)
4. Andy Maloney (NZL) - 32 pp (5+8+7+3+9)
5. Sam Meech (NZL) - 46 pp (4+16+1+11+14)