icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
08/03/2014
15:14

O presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Organizador da Rio-2016, Carlos Arthur Nuzman, revelou neste sábado, em Santiago, uma das sedes dos Jogos Sul-Americanos do Chile, que foram apresentados para os atletas brasileiros um plano sobre as medidas que estão sendo tomadas para melhorias na Baía de Guanabara.

O local vai ser sede das provas da Vela na Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro, e tem recebido diversas críticas pela poluição e o mau cheiro.

- Não recebi nenhuma reclamação formal sobre o caso. Fizemos uma apresentação aos atletas há duas semanas mostrando os locais onde estão os problemas e onde vai ser disputada a competição. Eles não conflitam fortemente. O problema deve ser enfrentado, mas não teremos alterações - explicou o dirigente.

- O que está sendo procurado fazer é dar melhores condições. Mostramos um mapa sobre o programa de limpeza e sua incidência - completou.

Ano passado, atletas do Brasil e internacionais reclamaram muito das condições da raia. A ideia para uma apresentação sobre o trabalho que tem sido feito no local partiu do Comitê Olímpico Internacional (COI). No fim do ano passado, essa mesma apresentação chegou a ser feita para os dirigentes internacionais.

*O repórter viaja a convite do COB