icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/02/2015
09:12

Ricardo Oliveira minimizou a concorrência de Gabigol por uma vaga no ataque do Santos e disse que a disputa por posição é saudável. O jogador de 34 anos de idade vem sendo titular da equipe há três partidas, mas ganhou a sombra do jovem camisa 10, que retornou da Seleção Brasileira Sub-20 e já foi reintegrado ao elenco alvinegro.

- Eu costumo trabalhar pensando sempre nas oportunidades que tenho, dou meu melhor para o time. Quando tenho que sair, o jogador que vai entrar pensa do mesmo jeito. O time tem que prevalecer. É uma situação normal e natural, uma briga sadia por posição - analisou o centroavante, que deve seguir como titular no domingo, contra a Portuguesa, no Pacaembu.

O camisa 9 do Peixe atuou em todas as partidas do Estadual e fez um gol até agora. Ele acredita que, mais entrosado e melhor fisicamente, pode render mais e balançar ainda mais as redes.

- Como atacante sou muito ambicioso, nunca perco meu foco. Estou numa crescente, estou crescendo dentro do coletivo, fisicamente cada dia melhor, estou me sentindo à vontade dentro do jogo. O objetivo é esse, marcar bastante gols, para o time continuar somando. Um time como o Santos tem que almejar sempre coisas grandes - comentou.

Apesar de invicto, o Santos vem decepcionando neste Campeonato Paulista no ataque, tendo marcado apenas seis gols. Ricardo acredita que é preciso controlar melhor a ansiedade e caprichar mais nas finalizações para resolver o problema, mas mostrou confiança de que os ajustes acontecerão em breve.

Em sua segunda passagem pela Vila Belmiro, o veterano tem contrato com o Peixe até o fim do Paulistão.