icons.title signature.placeholder Alexandre Braz
29/07/2014
11:01

Conforme anunciado pelo diretor Wilson Gottardo na tarde de segunda-feira, a diretoria do Botafogo se reuniu com o elenco alvinegro na manhã desta terça, no Engenhão. O encontro foi motivado pela faixa levada ao campo no domingo, antes do clássico contra o Flamengo, no Maracanã, em que foram expostas as dívidas do clube com os jogadores. Por decorrência, um jogo-treino para os reservas, contra o Bangu, marcado para as 9h, sofreu atraso em mais de duas horas.

Com o atraso por parte do Botafogo para subir ao campo, os jogadores do Bangu, que já estavam uniformizados, chegaram a se retirar do campo anexo e inclusive trocaram de roupa, mas depois retornaram para a atividade, que se iniciou às 11h20.

LANCE!TV:
> L! Total mostra os detalhes de Flamengo x Botafogo
> Mancini explica má pontaria do Botafogo: falta calma e técnica
> Mancini não teme que torcida fique contra o time após protesto

A reunião desta manhã foi marcada, já que de acordo com Wilson Gottardo, a diretoria tinha conhecimento apenas de parte da mensagem que estava exposta na faixa levada a campo no domingo, em que fazia menção ao  profissionalismo do elenco e ao comprometimento deles com a torcida, mesmo com os atrasos de salários. De acordo com o dirigente, a diretoria queria entender os motivos que levaram os jogadores a citar os débitos que o clube tem com eles antes de uma partida, expondo ainda mais os problemas vividos por todos. 

O elenco cobra o pagamento de três meses de salários na Carteira de Trabalho, cinco meses de direitos de imagem. Com a grave crise financeira que o clube atravessa, principalmente desde o ano passado, a diretoria vem enfrentando dificuldades para pagar o elenco e os demais funcionários do clube.

TREINO

A maior novidade entre os reservas foi Tanque Ferreyra, que depois de passar por problemas físicos, voltou a treinar contra os alvirrubros. Junior Cesar, que cumpriu suspensão no clássico contra o Flamengo, também participou. Assim como ele, Rogério, contratado ao Náutico, e que vive a expectativa de fazer sua estreia pelo Botafogo, foi escalado ao lado do atacante argentino.