icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
28/11/2014
15:41

Visto como um "caso especial" no Flamengo, o lateral-direito Léo Moura e o clube ainda não chegaram a um acordo pela renovação de contrato do camisa 2. Na última semana, o próprio jogador disse que seu empresário teria uma reunião para selar o acordo, porém, as conversas estacionaram, visto que o camisa 2, com 36 anos, não é mais uma unanimidade entre a diretoria.

A situação, portanto, deve tomar um fim, no mais tardar até a próxima semana, e a tendência é de que o jogador renove por mais um ano. Léo Moura, porém, acredita que um contrato de mais duas temporadas seria o ideal.

- A última reunião que teve foi a que meu empresário teve com eles (diretoria) e deixou quase tudo acertado. Vou deixar na mão deles que eles se resolvem. Tenho tranquilidade e certeza de que sempre entrei em campo para fazer o meu melhor. Não é à toa que vou complatar 50 jogos no ano. Se naõ tivesse dado o meu melhro isso não teria acontecido. Pra mim, ficar por mais dois anos acho que já é o suficiente, mas enquanto isso ainda dá para jogar muito - destacou o jogador, que ainda lembrou o caso vivido pelo São Paulo.

- Vejo pelo lado do São Paulo, com o Rogério Ceni. É um ídolo, e por mais que esteja querendo encerrar a carreira, eles (São Paulo) tentam buscar um ídolo que faz por onde. Por isso estou bem tranquilo.

No Flamengo desde 2005, Léo Moura tem vínculo até 31 de dezembro. Desde 2012 o lateral-direito vem renovando o contrato de ano a ano. Com 510 partidas no currículo pelo Fla, o jogador já marcou 47 vezes e está na lista dos dez jogadores com mais partidas pelo clube. O capitão está na nona colocação, três jogos atrás de Liminha.