icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
31/03/2014
09:29

Quando a placa anunciou a entrada de Rafael Sobis no lugar de Walter, aos 16 minutos do segundo tempo, muitos torcedores contestaram a alteração do técnico Renato Gaúcho. Ao fim da partida, o treinador explicou porque substituiu o camisa 18, que vinha incomodando a defesa adversária, e não outro jogador, como o Fred, por exemplo. Segundo o treinador, o novo posicionamento do atacante ainda requer calma.

- Você tem um goleador, titular da Seleção, que faz gols e é decisivo. E tem o Waltinho ao lado dele, que também é goleador, saber fazer gols, mas que está ajudando muito na marcação no nosso esquema, na cabeça de área do adversário e ele cansa. No Goiás, ele jogava sozinho no ataque. Tirei-o pelo desgaste, ele não aguentava mais. O corpo dele precisa se acostumar a jogar assim ainda. Por isso optei por tirá-lo e não o Fred, por exemplo - explicou o treinador.

Sem mais jogos a fazer no Campeonato Carioca, o Fluminense volta suas atenções para a Copa do Brasil. Para evitar nova eliminação, o Tricolor precisa vencer o Horizonte, no próximo dia 10, às 21h50, no Maracanã, por dois ou mais gols de diferença.

Renato elogia sua equipe e culpa derrota por erro coletivo