icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/04/2014
10:39

A quinta passagem de Renato Gaúcho no Fluminense se encerra pouco antes do treinador completar quatro meses à frente do time. Demitido na manhã desta quarta-feira, Renato comandou o Tricolor em 18 partidas, sendo nove vitórias, cinco empates e quatro derrotas, com um aproveitamento de 59,25%. Somando todas as passagens pelo clube, o treinador comandou o time em 202 oportunidades, com 87 vitórias, 52 empates e 63 derrotas, e rendimento de pouco mais de 51%.

O ex-técnico do Fluminense não suportou a pressão da relação entre o clube e a patrocinadora. A gota d'água para a demissão de Renato foi a não classificação tricolor para à final do Estadual, além da derrota vexatória por 3 a 1 diante do Horizonte, pela Copa do Brasil.

Na estreia pelo Flu, na Taça Guanabara, o Tricolor foi derrotado pelo Madureira, por 3 a 2. Em seguida, empatou com o Bonsucesso. A primeira vitória veio no terceiro jogo, e o Tricolor seguiu vencendo por mais seis rodadas. Uma delas, na goleada por 3 a 0 no clássico contra o Flamengo. Mas a boa sequência foi interrompida na derrota por 3 a 0 para os reservas do Botafogo. Mesmo assim, o Flu conseguiu ser o segundo colocado na Taça Guanabara, porém, nas semis, contra o Vasco, empatou o primeiro e perdeu o segundo jogo.

Renato foi anunciado no dia 24 de dezembro, mas assumiu o time apenas no dia 8 de janeiro para dar início a pré-temporada. Porém, o nome do treinador não era o preferido do presidente Peter Siemsen à epoca. O mandatário queria que Ney Franco fosse o comandante da equipe. Quando assumiu, o técnico prometeu títulos para o Flu.

- Sinto-me em casa. Todas as vezes que trabalhei nas Laranjeiras como jogador e treinador me senti como se fosse a segunda casa. Desta vez não vai ser diferente, espero que esse ano de 2014 o Fluminense possa voltar a jogar o que ele sabe. O grupo é muito bom. E que o Fluminense volte a disputar títulos, é o nosso pensamento. Um grande clube vive de títulos – afirmou Renato Gaúcho, na coletiva de apresentação.

Enquanto a diretoria do Fluminense não anunciar um substituto para a vaga de Renato Gaúcho, o auxiliar técnico Marcão ficará à frente da equipe.

 Relembre a quinta passagem de Renato Gaúcho pelo Fluminense