icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/07/2013
15:50

Após acompanhar as declarações de que o Náutico queria o seu retorno, o atacante Kieza usou o Twitter para criticar a maneira como o clube - em especial o membro do colegiado Sérgio Lins - conduziu a situação. Por meio da rede social, o jogador chamou Sérgio Lins de "amador" e fez duras críticas ao dirigentes do clube baseado na entrevista de Lins à Rádio CBN.

Ao explicar detalhes da contratação do meio-campista Morales, Lins usou a situação de Kieza como exemplo, causando muita irritação no jogador.

- Tem muita gente reclamando que adiantamos 70 mil ao Morales. Isso no futebol é um valor pequeno. Para vocês terem uma ideia, para o Náutico contratar Kieza teríamos que pagar R$ 200 mil de comissão ao seu empresário - declarou Lins, em entrevista à Rádio CBN.

Ao responder, Kieza alegou ter faltado ética e respeito por parte do Timbu e culpou a diretoria pela sua saída.

Kieza usou o Twitter para criticar a diretoria do Náutico

- Quero só esclarecer uma coisa: meu empresário tem o direito de pedir a comissão dele como todos fazem e pediu pouco porque queria ajudar. Senhor Sergio Lins, acho que você deve se preocupar com a situação que o clube se encontra e tentar ajudá-lo. Não deveria sair por aí indo na imprensa falando coisas e ainda 'merda', não é? Isso não é papel de homem e sim de amador. E, dirigente amador, aprenda: tenha ética e respeito porque na hora de acertar tudo comigo todos vocês aceitaram o que pedimos e nao falaram nada. Agora, porque não fui, querem começar a colocar nós como os errados. Todo mundo sabe que não fui porque os caras aqui não liberaram. Os culpados foram vocês que de me deixaram sair e não sabem valorizar um jogador. Precisam aprender a fazer isso!! - escreveu no microblog.

Recentemente, o presidente do Náutico afirmou ter pedido oficialmente ao Shangai Shenxin (CHN) a volta do atacante, mas o valor pedido pelo clube - algo em torno de R$ 26 milhões - teria inviabilizado a negociação.

Após acompanhar as declarações de que o Náutico queria o seu retorno, o atacante Kieza usou o Twitter para criticar a maneira como o clube - em especial o membro do colegiado Sérgio Lins - conduziu a situação. Por meio da rede social, o jogador chamou Sérgio Lins de "amador" e fez duras críticas ao dirigentes do clube baseado na entrevista de Lins à Rádio CBN.

Ao explicar detalhes da contratação do meio-campista Morales, Lins usou a situação de Kieza como exemplo, causando muita irritação no jogador.

- Tem muita gente reclamando que adiantamos 70 mil ao Morales. Isso no futebol é um valor pequeno. Para vocês terem uma ideia, para o Náutico contratar Kieza teríamos que pagar R$ 200 mil de comissão ao seu empresário - declarou Lins, em entrevista à Rádio CBN.

Ao responder, Kieza alegou ter faltado ética e respeito por parte do Timbu e culpou a diretoria pela sua saída.

Kieza usou o Twitter para criticar a diretoria do Náutico

- Quero só esclarecer uma coisa: meu empresário tem o direito de pedir a comissão dele como todos fazem e pediu pouco porque queria ajudar. Senhor Sergio Lins, acho que você deve se preocupar com a situação que o clube se encontra e tentar ajudá-lo. Não deveria sair por aí indo na imprensa falando coisas e ainda 'merda', não é? Isso não é papel de homem e sim de amador. E, dirigente amador, aprenda: tenha ética e respeito porque na hora de acertar tudo comigo todos vocês aceitaram o que pedimos e nao falaram nada. Agora, porque não fui, querem começar a colocar nós como os errados. Todo mundo sabe que não fui porque os caras aqui não liberaram. Os culpados foram vocês que de me deixaram sair e não sabem valorizar um jogador. Precisam aprender a fazer isso!! - escreveu no microblog.

Recentemente, o presidente do Náutico afirmou ter pedido oficialmente ao Shangai Shenxin (CHN) a volta do atacante, mas o valor pedido pelo clube - algo em torno de R$ 26 milhões - teria inviabilizado a negociação.