icons.title signature.placeholder Russel Dias
10/06/2014
15:37

Depois de ficar mais de um ano sem ser convocado para a seleção do México - entre maio de 2012 a setembro de 2013 - Rafa Marquez tem duas certezas: a de que será o capitão em sua quarta Copa do Mundo e que esta será a sua última participação em um Mundial. O zagueiro de 35 anos chegará ao feito do alemão Franz Beckenbauer, de usar a braçadeira por quatro vezes no maior torneio de futebol do mundo.

Mas todo esse currículo não passa de números para o próprio zagueiro, que tem uma única pretensão de ajudar seus companheiros mais jovens.

- Isso é uma estatística a mais. O que quero são troféus e ganhar algo importante. Espero que em conjunto possamos fazer isso. Quero usar minha última experiência em um Mundial e aproveitar para fazer algo importante. Nessa última Copa do Mundo, vou ajudar os jovens a darem o seu máximo. Tenho de dar o meu melhor - disse o camisa 4.

O diferencial desta geração mexicana é justamente o grande número de atletas mais novos. Na opinião do xerife azteca os últimos campeões olímpicos dão uma nova mentalidade par ao grupo.

- Melhoramos muito, a mentalidade mudou, e os jovens estão caminhando para uma evolução e isso é importante para o futebol mexicano - finalizou.

A delegação do México treina em Santos até quinta-feira e a imprensa poderá acompanhar apenas os 15 minutos iniciais das atividades. Ainda na quinta os comandados de Miguel Herrera viajam para Natal, onde no dia 13 enfrentam Camarões, na Arena das Dunas, às 13 horas.