icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2013
13:51

O meia Jadson está de volta ao Tricolor depois de ter vivido um dos momentos mais marcantes de sua carreira: o título da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira. Impressionado com a empolgação dos torcedores nos estádios do país durante a competição, o camisa 10 gostaria de ver o mesmo clima de apoio recebido pela Amarelinha a favor do São Paulo no clássico contra o Corinthians, nesta quarta, no Morumbi. E o são-paulino sabe o que o grupo tem de fazer para inflamar as arquibancadas.

- Foi um momento marcante, acho que todos os jogos foram importantes. Em todos os estádios vimos que a torcida estava empurrando, estava confiante. Quando o povo brasileiro cantou o hino com a gente, é algo que nem dá para explicar. O que contagia a torcida somos nós jogadores, com atitude dentro de campo, você dando um chute a gol com dois minutos, fazendo gol rápido. Temos que nos impor dentro de campo. Tomara que possamos nesse jogo pressionar rápido, atacar rápido, para a torcida ir junto com o time - disse, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT da Barra Funda.

Antes da pausa para a Copa das Confederações, o Tricolor sofreu com as críticas da torcida, que pedia inclusive pela saída do técnico Ney Franco. Para Jadson, a única maneira de recuperar a confiança dos são-paulinos e vencendo. E esse passo já deve ser dado no jogo de ida da Recopa, não importa o placar.

- O pensamento dos jogadores é o mesmo, é ganhar titulos, jogos. Para você ter tranquilidade e a torcida voltar a confiar, isso vem com vitórias. A cada jogo temos que vencer. Não precisa nem vencer jogando bonito, mas mostrando dedicação, empenho, já vale muito. Tenho certeza que todos vão com o mesmo pensamento - completou.

Sai Ganso ou Aloisio? Jadson se coloca a disposição para a Recopa

O meia Jadson está de volta ao Tricolor depois de ter vivido um dos momentos mais marcantes de sua carreira: o título da Copa das Confederações com a Seleção Brasileira. Impressionado com a empolgação dos torcedores nos estádios do país durante a competição, o camisa 10 gostaria de ver o mesmo clima de apoio recebido pela Amarelinha a favor do São Paulo no clássico contra o Corinthians, nesta quarta, no Morumbi. E o são-paulino sabe o que o grupo tem de fazer para inflamar as arquibancadas.

- Foi um momento marcante, acho que todos os jogos foram importantes. Em todos os estádios vimos que a torcida estava empurrando, estava confiante. Quando o povo brasileiro cantou o hino com a gente, é algo que nem dá para explicar. O que contagia a torcida somos nós jogadores, com atitude dentro de campo, você dando um chute a gol com dois minutos, fazendo gol rápido. Temos que nos impor dentro de campo. Tomara que possamos nesse jogo pressionar rápido, atacar rápido, para a torcida ir junto com o time - disse, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT da Barra Funda.

Antes da pausa para a Copa das Confederações, o Tricolor sofreu com as críticas da torcida, que pedia inclusive pela saída do técnico Ney Franco. Para Jadson, a única maneira de recuperar a confiança dos são-paulinos e vencendo. E esse passo já deve ser dado no jogo de ida da Recopa, não importa o placar.

- O pensamento dos jogadores é o mesmo, é ganhar titulos, jogos. Para você ter tranquilidade e a torcida voltar a confiar, isso vem com vitórias. A cada jogo temos que vencer. Não precisa nem vencer jogando bonito, mas mostrando dedicação, empenho, já vale muito. Tenho certeza que todos vão com o mesmo pensamento - completou.

Sai Ganso ou Aloisio? Jadson se coloca a disposição para a Recopa