icons.title signature.placeholder Valdomiro Neto
16/06/2014
20:30

Holanda treinaria no Olímpico, mas acabou mudando roteiro (FOTO: Valdomiro Neto)

A discrição marcou o primeiro dia da Holanda em solo porto-alegrense. Depois de muita festa no Rio, com passeios pela cidade e momentos de extravagância, a equipe laranja adotou estratégia diferente no Sul do país. Na chegada ao aeroporto Salgado Filho, ainda pela manhã, não havia recepção. No hotel, afastado do centro da cidade, fãs esperavam os atletas e até houve autógrafos, mas nada de muita paparicação.

No fim da tarde, os holandeses, que treinariam no Olímpico (ex-estádio gremista que será implodido), mudaram o palco da atividade em cima da hora, sem alarde, e foram para a Arena Grêmio. Lá, trabalharam sem a entrada de torcedores e imprensa. A mudança de estratégia coincide com a surpreendente goleada aplicada na Espanha, por 5 a 1. As recentes declarações de jogadores, e do próprio técnico Van Gaal, dão a entender que a seleção quer fugir de uma sensação de oba-oba e demonstrar foco na competição. 

Olímpico já teve parte de sua estrutura demolida (FOTO: Valdomiro Neto)

Minutos antes do horário previsto para o treino no Olímpico (18h), a reportagem do LANCE!Net esteve no local e percebeu alguma movimentação de torcedores que, frustrados, acabaram deixando o local. Muitos escombros das obras que estão sendo realizadas no entorno do antigo cenário de jogos do Tricolor foi a única coisa que se viu. 

Nesta terça, haverá o protocolo oficial da Fifa de véspera de jogo e a Holanda fará o reconhecimento do gramado do Beira-Rio, além de o técnico e um jogador concederem entrevista. O mesmo será feito pela Austrália, que também chegou a Porto Alegre nesta segunda. A partida está marcada para quarta, às 13h. Se os holandeses querem confirmar a boa impressão deixada na estreia, a seleção rival tenta recuperar-se da derrota para o Chile por 3 a 1.