icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/07/2013
19:38

O meia Rafinha está de malas prontas para sair do Coritiba. O Coxa oficializou a saída do atleta para o Al-Shabab, da Árabia Saudita, na última quarta-feira. Através do site oficial do clube, o jogador se despediu da torcida alviverde, sem esconder seu sentimento de carinho pela instituição, onde participou do tetracampeonato paranaense e da conquista da Série B do Campeonato Brasileiro em 2010.

- Quando eu cheguei o clube estava em um momento difícil, muitas desconfianças, depois de um rebaixamento. Então o primeiro título ficou marcado, eu não vou esquecer nunca mais. Tem a sequência de vitórias também que nós entramos pro Guinness. São coisas que vão ficar marcadas que eu vou passar para meu filho, se eu tiver neto também. São coisas que a gente nunca mais vai esquecer. Hoje eu posso dizer que eu sou um ex-jogador do Coritiba e que está tudo finalizado. Mas é difícil falar, é difícil esse momento de despedida, mas eu estou feliz, to indo para um lugar bom, estou saindo daqui deixando as portas abertas, deixando um sentimento ao torcedor, pelo que eu fiz. - disse o meia-atacante.

O Coritiba está na liderança do Brasileirão e é o último time invicto na competição. O Alviverde enfrenta o Flamengo no sábado, às 18:30, no Estádio Mané Garrincha.

O meia Rafinha está de malas prontas para sair do Coritiba. O Coxa oficializou a saída do atleta para o Al-Shabab, da Árabia Saudita, na última quarta-feira. Através do site oficial do clube, o jogador se despediu da torcida alviverde, sem esconder seu sentimento de carinho pela instituição, onde participou do tetracampeonato paranaense e da conquista da Série B do Campeonato Brasileiro em 2010.

- Quando eu cheguei o clube estava em um momento difícil, muitas desconfianças, depois de um rebaixamento. Então o primeiro título ficou marcado, eu não vou esquecer nunca mais. Tem a sequência de vitórias também que nós entramos pro Guinness. São coisas que vão ficar marcadas que eu vou passar para meu filho, se eu tiver neto também. São coisas que a gente nunca mais vai esquecer. Hoje eu posso dizer que eu sou um ex-jogador do Coritiba e que está tudo finalizado. Mas é difícil falar, é difícil esse momento de despedida, mas eu estou feliz, to indo para um lugar bom, estou saindo daqui deixando as portas abertas, deixando um sentimento ao torcedor, pelo que eu fiz. - disse o meia-atacante.

O Coritiba está na liderança do Brasileirão e é o último time invicto na competição. O Alviverde enfrenta o Flamengo no sábado, às 18:30, no Estádio Mané Garrincha.