icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/06/2014
08:11

Nada como uma semana após a outra. Dias depois de disputar o Grand Slam de Roland Garros pressionado por um bom resultado para manter a liderança do ranking mundial, Rafael Nadal inicia a campanha nos torneios na grama sem qualquer pressão. Afinal, se tinha muitos pontos a defender no saibro, dessa vez, tudo será diferente. E a distância de 170 pontos (12.500 a 12.330) para o atual segundo colocado, o sérvio Novak Djokovic, pode aumentar.

Nesta semana, Nadal disputa o ATP 250 de Halle (ALE). Sua estreia será nesta quinta-feira, contra o alemão Dustin Brown. Em seguida, parte em busca de seu terceiro título em Wimbledon. Uma tarefa que pode ser facilitada pela tranquilidade.

O Grand Slam inglês foi o único torneio disputado por Nadal na grama em 2013. Na ocasião, era o quinto do mundo e foi eliminado pelo belga Steve Darcis logo na primeira rodada. Ganhou apenas dez pontos no ranking por entrar em quadra. E é apenas essa pontuação que o espanhol precisa defender.

Situação oposta a de Djokovic. Afinal, o sérvio foi vice-campeão em Wimbledon e tem 1.200 pontos a defender por esse resultado.

Ciente dessa situação e embalado pela conquista de seu nono título em Roland Garros, domingo passado, Nadal espera ter um 2014 diferente.

– Quero tentar jogar bem em Wimbledon novamente. Estou saudável e isso é o mais importante. Espero que meus joelhos possam dar uma resposta positiva na grama, porque eles estão melhores que ano passado nas outras superfícies. Mas a grama é sempre mais difícil para mim após a lesão – disse o tenista.

Apesar de já ter conquistado Wimbledon em duas oportunidades (2008 e 2010), Nadal não tem muitos títulos na grama. Além de ter levado duas taças do Grand Slam, ele venceu o ATP 250 de Queens em 2008.

Agora, sem muitas ameaças à liderança do ranking, o espanhol busca novas conquistas, mesmo na superfície que não é a sua preferida.

NADAL NA GRAMA NOS ÚLTIMOS ANOS:

2013
Eliminado na primeira rodada em Wimbledon.

2012
Caiu na segunda rodada em Wimbledon, e nas quartas de final do ATP 250 de Halle.

2011
Vice-campeão em Wimbledon e queda nas quartas de final no ATP 250 de Queens.

2010
Campeão em Wimbledon e queda nas quartas de final do ATP 250 de Queens.

2009
Com lesão nos joelhos, ficou ausente dos torneios.

2008
Seu melhor ano: campeão em Wimbledon e do ATP 250 de Queens.