icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
29/04/2014
14:17

O Cruzeiro precisa de um triunfo simples ou de um empate com dois ou mais gols para eliminar o Cerro Porteño (PAR) nesta quarta-feira, no Paraguai, e chegar às oitavas de final da Copa Libertadores da América. E para alcançar o desejo, o time conta com Éverton Ribeiro. O craque terá que partir para cima da marcação e, além de passes, distribuir dribles nos adversários.

O meia-atacante, que já realizou 16 fintas no torneio continental, espera um jogo complicado, mas garante que a Raposa lutará por um triunfo.

– Eles não vão se aventurar como a gente, que tem que atacar, mas também não vão ficar tão atrás como ficaram no jogo aqui no Mineirão. A equipe deles também é técnica e sabe jogar – disse.

O camisa 17 ainda dá a receita para que a equipe alcance um resultado positivo fora de seus domínios, o que ocorreu somente uma vez no decorrer da competição internacional.

– Nosso time tem que ser um time compacto. Não podemos deixar espaços para o contra-ataque deles, que é muito rápido. Quando tiver atacando, é atenção total e quando tiver na frente, finalizar da melhor maneira para fazer os gols – concluiu.

Dribladores do Cruzeiro na Libertadores
16 dribles – Éverton Ribeiro
9 dribles – Dagoberto
6 dribles – Ricardo Goulart
5 dribles – Willian / Egídio / Ceará
2 dribles – Dedé / Nilton / Júlio Baptista / Elber