icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
22/07/2014
10:33

Diego Tardelli está próximo de alcançar 100 gols pelo Atlético-MG. Caso o atacante marque nesta quarta-feira, às 22h, no Mineirão, diante do Lanús (ARG), pela Recopa Sul-Americana, ele atingirá o feito histórico. A possibilidade, no entanto, não gera muito expectativa no camisa 9, que prefere o título à marca.

Na antevéspera da partida contra os argentinos, o atacante concedeu entrevista coletiva e disse qual o seu sentimento em relação à decisão do torneio continental.

– Entrando para a história do clube. É o que mais me deixa motivado. Além de ser uma grande final, posso chegar ao centésimo gol. Prefiro até esquecer um pouquinho, porque a expectativa e a ansiedade podem atrapalhar. É jogar tranquilo, porque o gol vem naturalmente, como veio na primeira partida – disse o autor do gol que deu a vitória ao Galo na partida de ida, na quarta passada, na Argentina.

Tardelli ainda faz a sua análise sobre a final. Ele crê que o Atlético precisa atuar com inteligência para levantar mais um troféu.

– Primeiramente é pensar no título, que não tenho nem o clube. A gente já fez um bom primeiro jogo e sabe da responsabilidade. Está nas nossas mãos. É saber jogar com inteligência – concluiu.