icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/11/2013
20:20

Denis fez boas defesas durante a derrota do São Paulo por 2 a 1 para o Fluminense, mas o goleiro errou em lance que originou o primeiro gol da equipe carioca. Samuel chutou de longe, Denis não rebateu como queria, a bola bateu na trave e sobrou para Jean marcar.

O reserva de Rogério Ceni admitiu o erro ao término do jogo:

- Era uma bola defensável, mas ela quicou na grama, ficou mais rápida e saiu mais para o lado. Aí bateu em mim e na trave. Mas depois fui feliz em outras oportunidades e pude ajudar o time

- A equipe jogou bem, não merecíamos tomar esse gol no fim. Todos correram muito, nos comportamos bem e tivemos apenas uma desatenção e o Gum foi feliz na cabeçada - completou o camisa 12.

O Tricolor levou o gol da virada aos 44 minutos da etapa final. Foi em cobrança de escanteio, que o zagueiro Gum desviou com tranquilidade para o fundo das redes. Denis nada pôde fazer.

Ele faz duas grandes defesas na primeira etapa. Primeiro em chute a queima de roupa de Wágner. Depois, em finalização rasteira de Rafael Sobis de fora da área.

Muricy Ramalho também não culpou Denis pelo gol sofrido. O técnico do São Paulo decidiu poupar todos os titulares para o jogo de quarta-feira, contra a Ponte Preta, pela semifinal da Copa Sul-Americana:

- Essa é uma posição que essa sim precisa de ritmo de jogo. Só treina, treina e treina e o Rogério não dá chance para ninguém, e é por isso que ele é o que é. Claro que ele quer bater um monte de recordes, tive de conversar com ele e dar a minha opinião. Ele não precisava se expôr. Outro dia ele (Rogério) estava fazendo esteira quase meia noite. Tenho que cuidar dele. Como tenho a liberdade para falar com ele, falei. E é importante para ritmo de jogo ao garoto também, precisamos ver com ele (Denis) está, mas não se pode tirar conclusões com um só jogo.

Fluminense luta até o fim e vence o São Paulo