icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/03/2014
09:00

Dois gols em cinco jogos pode parecer pouco para alguns jogadores, mas no caso de Diego Cardoso é uma marca empolgante. O jovem atacante de 20 anos de idade marcou o quarto da vitória do Santos sobre a Ponte Preta por 4 a 0, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelas quartas de final do Campeonato Paulista, e arrancou elogios do técnico Oswaldo de Oliveira após a partida.

- Eu sempre digo que alguns jogadores têm demonstrado uma característica importante: a personalidade. Ele (Diego Cardoso) é um cara muito sereno: não é personalidade forte, mas é serenidade, encara as coisas de uma maneira boa e tranquila, é decidido - disse o técnico.

Seu primeiro gol com a camisa do Peixe aconteceu na 13ª rodada, na qual o time venceu o Oeste por 4 a 1 e Diego fez o último gol da partida.

Seu histórico de gols, aliás, é marcante. Assim como seu companheiro Stéfano Yuri, ele subiu da base como campeão da Copa São Paulo de 2014 e, com oito gols, ambos foram os artilheiros da competição.

Recentemente, a diretoria prorrogou o contrato do atacante até dezembro de 2016.

Santos atropela a Ponte Preta e avança no Paulista