icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/11/2013
12:03

A Câmara Municipal de Lisboa divulgou ontem o resultado da votação do orçamento participativo deste ano, em que os cidadões podem escolher em que parte da verba será investida, e ficou determinado que Cosme Damião, fundador do Benfica, vai ter uma estátua na cidade, ainda sem local definido.

O projeto entrou entre os concorrentes que vão até 150 mil euros (cerca de R$ 450 mil), e foi o quinto mais votado, com 1079. O primeiro lugar foi a recuperação do Jardim Botânico de Lisboa, com 7553, mas está na categoria superior, que vai até 500 mil euros (R$ 1,5 milhão). Entre outros empreendimentos estão outras estátuas, reabilitações de ruas, e WiFi de acesso público.

Cosme Damião é um dos nomes mais importantes da história do Benfica. Foi um dos líderes do movimento da fundação foi jogador, treinador, sendo que acumulou as duas funções por oito anos, é até hoje o técnico com mais tempo no Encarnado (18 temporadas), e foi dirigente em várias esferas.

Cosme Damião dá o nome ao museu do Benfica, que foi inaugurado há poucos meses no Estádio da Luz.