icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
21:03

Após ser apresentado nesta quinta-feira, Paulo Autuori deixou a sala de imprensa do CT da Barra Funda e foi para o campo para comandar seu primeiro treino como técnico do São Paulo. Com metodologia completamente diferente de Ney Franco, mostrou, pelo menos no primeiro contato com o elenco, que estará atento a todos os detalhes. A primeira atividade do novo treinador só acabou quando não houve mais luz natural, pouco antes das 18h.

Autuori reuniu os atletas para conversar antes e depois do treino. Esteve atento a todos os detalhes, distribuiu cada cone do treinamento técnico e orientou os jogadores até o fim. Os atletas que iniciaram o jogo contra o Bahia, na última quarta-feira, correram no gramado, à exceção do atacante Luis Fabiano, gripado, que ficou no Reffis. Rogério Ceni e os demais trabalharam com bola, sob o comando do novo treinador.

O grupo de atletas, inclusive, trabalhou de forma mais intensa do que vinha fazendo nas últimas semanas de Ney Franco à frente da equipe. A atividade em campo reduzido teve até disputas mais fortes, mas nada fora do comum.

O zagueiro Paulo Miranda, que se recupera de uma cirurgia na mão esquerda e já está negociado com o Olympique de Marseille (FRA) voltou a fazer atividades fora do Reffis, e correu ao redor do campo no qual Autuori comandou o treino.

Sem pompa, Autuori chega já treina a equipe tricolor

Após ser apresentado nesta quinta-feira, Paulo Autuori deixou a sala de imprensa do CT da Barra Funda e foi para o campo para comandar seu primeiro treino como técnico do São Paulo. Com metodologia completamente diferente de Ney Franco, mostrou, pelo menos no primeiro contato com o elenco, que estará atento a todos os detalhes. A primeira atividade do novo treinador só acabou quando não houve mais luz natural, pouco antes das 18h.

Autuori reuniu os atletas para conversar antes e depois do treino. Esteve atento a todos os detalhes, distribuiu cada cone do treinamento técnico e orientou os jogadores até o fim. Os atletas que iniciaram o jogo contra o Bahia, na última quarta-feira, correram no gramado, à exceção do atacante Luis Fabiano, gripado, que ficou no Reffis. Rogério Ceni e os demais trabalharam com bola, sob o comando do novo treinador.

O grupo de atletas, inclusive, trabalhou de forma mais intensa do que vinha fazendo nas últimas semanas de Ney Franco à frente da equipe. A atividade em campo reduzido teve até disputas mais fortes, mas nada fora do comum.

O zagueiro Paulo Miranda, que se recupera de uma cirurgia na mão esquerda e já está negociado com o Olympique de Marseille (FRA) voltou a fazer atividades fora do Reffis, e correu ao redor do campo no qual Autuori comandou o treino.

Sem pompa, Autuori chega já treina a equipe tricolor