icons.title signature.placeholder Francisco Loureiro
05/04/2014
17:44

José Maria Marin, presidente da CBF, comapreceu neste sábado, 5, ao Morumbi para deixar seu voto para os 80 novos conselheiros do São Paulo e aporveitou para rasgar elogios a Juvenal Juvêncio.

- Não participo da adminsitração do clube, mas isso nunca impediu que eu fosse muito próximo de grandes homens do São Paulo, desde quando Cícero Pompeu de Toledo era jogador. Ninguém desconhece a grande obra que o Juvenal Juvêncio vem fazendo pela coletividade são-paulina - contou o dirigente da confederação nacional.

O presidente da CBF ainda afirmou que o CT de Cotia, um dos feitos da gestão do dirigente são-paulino, virou um exemplo a ser seguido. Tanto que a reforma da Granja Comary, CT da Seleção Brasileira, teria sido inspirada no projeto tricolor.

- Gostaria de citar outros exemplos de boas ações de Juvenal, como o CT de Cotia. Um sonho que se tornou realidade e serve de exemplo para outros CTs. A própria Granja Comary, que foi reconstruída quase do zero, confesso que foi inspirada em boa parte pela excelência do CT de Cotia - disse o presidente da CBF.

Sem poupar palavras, José Marin ainda teve tempo de escalar Juvenal com um dirigente que deixa um legado positivo para o país.

- Muito se fala em legado, por causa da Copa. E podemos dizer que Juvenal Juvêncio deixou um legado não só para o São Paulo, mas sim para o futebol do país, com seu profissionalismo e sua característica de realizador - disse, ao LANCE!Net.

Marin deixa a presidência da CBF no próximo dia 16, exatamente no dia em que Juvenal também se despede do Morumbi. O candidato de chapa única Marco Polo Del Nero deve ser homologado como presidente da CBF.