icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
04/04/2014
13:19

Uma seleção que não está entre as mais fortes da Copa do Mundo, mas que pode vencer qualquer uma. É assim que o técnico Cesare Prandelli coloca a seleção italiana que disputará o Mundial no Brasil.

- A Itália não está entre as mais fortes da Copa do Mundo, mas sabemos que podemos bater os melhores - disse o treinador da Squadra Azzurra à Fifa Weekly, a revista semanal da Fifa.

Prandelli é realista em sua análise. Para ele, o primeiro objetivo é fazer a Itália superar a fase de grupos. Os italianos estão no Grupo D, considerado o mais difícil da Copa, ao lado de Inglaterra, Costa Rica e Uruguai.

- Ficarei feliz em superar a primeira fase. Não se trata de subestimar o potencial de um time jovem, como o nosso. Vamos em busca de objetivos reais, e passar pela primeira fase é algo real. Em um torneio como a Copa do Mundo se dá um passo de cada vez - disse Prandelli.

Na opinião do italiano, os favoritos ao título são Brasil, Espanha, Alemanha e Argentina. Colômbia e Bélgica poderão surpreender, fazendo uma boa campanha. Segundo Prandelli, o Brasil é uma "seleção técnica, com tradição e vantagem de jogar em casa".