icons.title signature.placeholder Núcleo Flamengo
16/12/2013
07:03

A possível chegada de Emerson Sheik ao Flamengo para 2014 abre discussão sobre como o jogador, caso seja contratado pelo clube, entraria no time campeão da Copa do Brasil que tem a dupla de ataque como um dos destaques.

Apesar de ser a primeira opção para ficar com a vaga de Marcelo Moreno, que era reserva e foi devolvido ao Grêmio, o atacante do Corinthians é um nome que chegaria não apenas para compor.

E se realmente a negociação for concluída, a presença de Sheik no grupo montado para 2014 pode sugerir até mesmo uma mudança no sistema implantado pelo técnico.

E MAIS
> Novo xodó do Flamengo, Paulinho não esquece o XV de Piracicaba
> Vice do Fla se contradiz sobre negociação por Emerson Sheik
> Flamengo tem reunião com Jayme para tratar sobre reforços para 2014

A base de Jayme de Almeida atuou, inicialmente, no 4-4-2, e terminou a temporada com uma formação próxima ao 4-3-1-2. Na teoria, Carlos Eduardo seria o responsável pela armação, mas funcionava como um terceiro atacante em certos momentos.

E como Paulinho e Hernane terminam o ano como responsáveis diretos pela conquista do torneio nacional, quem pode perder espaço com a chegada de Sheik é justamente Carlos Eduardo.

A possibilidade faz com que Jayme de Almeida possa ter a alternativa para montar o Flamengo versão 2014 com três atacantes. No Corinthians, Emerson Sheik atuava pelos lados do campo, especialmente no flanco esquerdo, mesma função que é desempenhada atualmente por Paulinho.

Embora acirre a disputa por uma vaga na frente, o jogador pode ser, ao mesmo tempo, uma solução paliativa para suprir a ausência, por ora, de um legítimo camisa 10.

Um esquema com três atacantes, portanto, seria completado pelos três volantes – Amaral, Luiz Antonio e Elias – e, assim, o armador seria substituído pelo atacante.

A despeito dessa situação, o Flamengo não abdicará de ter um meia responsável por municiar o ataque na próxima temporada e concentra os esforços para tentar fechar a contratação de um 10.

O clube quer que as primeiras contratações sejam concretizas até antes do dia 8 de janeiro, data em que o elenco se apresentará no Ninho do Urubu para dar início à pré-temporada de 2014.

Sheik não é unanimidade

Apesar de o Flamengo já ter negociações avançadas para ter Emerson Sheik por duas temporadas, o nome do jogador não é unanimidade dentro do clube.

O alto salário do atacante no Corinthians e a personalidade de Sheik são pontos levantados por pessoas que não apoiam a chegada do jogador para 2014.

Esse mesmo grupo lembra que Jayme de Almeida conseguiu ter controle sob o elenco, que é tido como um dos menos problemáticos comparado a de outros anos, que teve atletas polêmicos.