icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/07/2013
21:00

Em uma situação cada vez pior na tabela do Brasileirão, a Lusa está em 19º lugar, com apenas sete pontos conquistados e quer se afastar da zona da degola. Para o duelo deste sábado, diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, válido pela nona rodada do campeonato, o técnico Edson Pimenta não poderá contar com Diogo, Ivan, Lima, Muralha e Diego Vianna, que estão no departamento médico.

Apesar da má fase, o clima pelos lados do Canindé é de otimismo. O goleiro Lauro espera que a equipe conquiste vitórias dentro de casa para engatar uma "sequência boa" no nacional.

- A gente conta jogos dentro de casa como grandes chances para conseguirmos vitórias, pela ofensividade da equipe que se coloca mais à frente e também pelo apoio dos nossos torcedores. Temos agora dois jogos contra equipes que são parelhas com a nossa e a gente espera fazer um grande jogo pra dar moral e conseguirmos engatar uma sequência boa no campeonato, que é necessária - disse o arqueiro.

Nesta sexta-feira, a equipe realizou apenas um rachão, de véspera de partida. Gilberto e Washington poderão fazer sua estreia com a caisa rubro-verde, além disso, Bruninho, que não enfrentou o Goiás, está relacionado para a partida.

Na partida, Djalma Santos será homenageado com seu nome na camisa de todos os jogadores da Lusa.

A Portuguesa deve ir a campo com: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete; Gilberto e Bruno.

Atlético-PR também na zona da degola

Afoito para abandonar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR, provavelmente, apresentará mudanças em relação à equipe que vem jogando na competição. Sem Everton, suspenso, o comandante Vagner Mancini testou o time com três volantes, durante os treinamentos antes do jogo de desesperados contra a Lusa: Bruno Silva, Juninho e João Paulo, mas não descarta escalar meias mais soltos e técnicos, como Felipe e Zezinho.

O veterano Paulo Baier, de 38 anos, teve ótima prestação no jogo da última quarta-feira, quando o Furacão se classificou às oitavas de final da Copa do Brasil. Marcou um gol - de pênalti - e deu assistência para Marcelo no segundo tento da vitória contra o Paysandu, por 2 a 1. No entanto, o jogador não está confirmado por Mancini para este fim de semana. O treinador conversou com Baier, e disse que o maior artilheiro da história do Brasileirão tem vontade de ser titular contra a Portuguesa. O meia desabafou, durante a semana, sobre as poucas oportunidades que teve com o ex-técnico, Ricardo Drubscky.

- Nunca fiquei satisfeito de ficar no banco de reservas e nunca fiquei satisfeito de entrar 10 ou 15 minutos. Mas tenho de respeitar a decisão. A opinião do Ricardo era de que precisava de mais juventude do que experiência. Em todos os times de hoje tem mais experientes do que a meninada - disse o jogador à rádio oficial do clube, e justificou este como um dos motivos para a má campanha no Campeonato Brasileiro.

No ataque do Rubro-Negro, Marcelo parece ter ganhado, de vez, a vaga ao lado de Éderson. Com dois gols nas duas últimas partidas, o atleta tem agradado a Vagner Mancini.

- Ele está aproveitando as chances que está tendo - completou o comandante.

O Atlético está em 18º lugar no campeonato, com sete pontos.

FICHA TÉCNICA:
Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 27/7/2013 – 18h30
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Neuza Ines Back (SC)

PORTUGUESA: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete; Gilberto e Bruno. Técnico: Edson Pimenta

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Juninho, João Paulo, Bruno Silva (Felipe) e Paulo Baier (Zezinho); Marcelo e Ederson. Técnico: Vagner Mancini.

Em uma situação cada vez pior na tabela do Brasileirão, a Lusa está em 19º lugar, com apenas sete pontos conquistados e quer se afastar da zona da degola. Para o duelo deste sábado, diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, válido pela nona rodada do campeonato, o técnico Edson Pimenta não poderá contar com Diogo, Ivan, Lima, Muralha e Diego Vianna, que estão no departamento médico.

Apesar da má fase, o clima pelos lados do Canindé é de otimismo. O goleiro Lauro espera que a equipe conquiste vitórias dentro de casa para engatar uma "sequência boa" no nacional.

- A gente conta jogos dentro de casa como grandes chances para conseguirmos vitórias, pela ofensividade da equipe que se coloca mais à frente e também pelo apoio dos nossos torcedores. Temos agora dois jogos contra equipes que são parelhas com a nossa e a gente espera fazer um grande jogo pra dar moral e conseguirmos engatar uma sequência boa no campeonato, que é necessária - disse o arqueiro.

Nesta sexta-feira, a equipe realizou apenas um rachão, de véspera de partida. Gilberto e Washington poderão fazer sua estreia com a caisa rubro-verde, além disso, Bruninho, que não enfrentou o Goiás, está relacionado para a partida.

Na partida, Djalma Santos será homenageado com seu nome na camisa de todos os jogadores da Lusa.

A Portuguesa deve ir a campo com: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete; Gilberto e Bruno.

Atlético-PR também na zona da degola

Afoito para abandonar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR, provavelmente, apresentará mudanças em relação à equipe que vem jogando na competição. Sem Everton, suspenso, o comandante Vagner Mancini testou o time com três volantes, durante os treinamentos antes do jogo de desesperados contra a Lusa: Bruno Silva, Juninho e João Paulo, mas não descarta escalar meias mais soltos e técnicos, como Felipe e Zezinho.

O veterano Paulo Baier, de 38 anos, teve ótima prestação no jogo da última quarta-feira, quando o Furacão se classificou às oitavas de final da Copa do Brasil. Marcou um gol - de pênalti - e deu assistência para Marcelo no segundo tento da vitória contra o Paysandu, por 2 a 1. No entanto, o jogador não está confirmado por Mancini para este fim de semana. O treinador conversou com Baier, e disse que o maior artilheiro da história do Brasileirão tem vontade de ser titular contra a Portuguesa. O meia desabafou, durante a semana, sobre as poucas oportunidades que teve com o ex-técnico, Ricardo Drubscky.

- Nunca fiquei satisfeito de ficar no banco de reservas e nunca fiquei satisfeito de entrar 10 ou 15 minutos. Mas tenho de respeitar a decisão. A opinião do Ricardo era de que precisava de mais juventude do que experiência. Em todos os times de hoje tem mais experientes do que a meninada - disse o jogador à rádio oficial do clube, e justificou este como um dos motivos para a má campanha no Campeonato Brasileiro.

No ataque do Rubro-Negro, Marcelo parece ter ganhado, de vez, a vaga ao lado de Éderson. Com dois gols nas duas últimas partidas, o atleta tem agradado a Vagner Mancini.

- Ele está aproveitando as chances que está tendo - completou o comandante.

O Atlético está em 18º lugar no campeonato, com sete pontos.

FICHA TÉCNICA:
Local: Canindé, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 27/7/2013 – 18h30
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Auxiliares: Altemir Hausmann (RS) e Neuza Ines Back (SC)

PORTUGUESA: Lauro, Correa, Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Ferdinando, Bruno Henrique, Souza e Cañete; Gilberto e Bruno. Técnico: Edson Pimenta

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Juninho, João Paulo, Bruno Silva (Felipe) e Paulo Baier (Zezinho); Marcelo e Ederson. Técnico: Vagner Mancini.