icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/07/2014
21:38

Ricardinho está prestes a ser confirmado como o novo técnico da Ponte Preta. Sem clube desde junho de 2013, quando se desligou do Avaí, o treinador chega para assumir a vaga deixada por Dado Cavalcanti, que não resistiu ao mau início de Brasileiro de Série B - a equipe é a décima colocada, com apenas quatro vitórias nos 12 primeiros jogos. A diretoria pontepretana tentou o retorno de Gilson Kleina, especulou nomes como Silas e Marco Aurélio Moreira, mas decidiu apostar em um jovem técnico, que deve ser oficializado nas próximas horas. O clube não confirma a negociação, mas o acerto já é dado como certo pela imprensa de Campinas.

Caso a negociação seja confirmada, a Ponte Preta será o terceiro clube da curta carreira de Ricardinho como treinador. Em 2012, começou sua trajetória à frente do Paraná em 49 jogos, com 57% de aproveitamento. No final do mesmo ano, acertou com o Ceará, onde ficou apenas até março de 2013, quando caiu após a eliminação na Copa do Nordeste e o mau desempenho no Campeonato Cearense. Logo em seguida, foi para o Avaí, clube que treinou por apenas três meses e também não obteve sucesso na Série B.

Como jogador, teve uma marcante passagem pelo Corinthians entre 1998 e 2002, onde se tornou ídolo da fiel. Em 2002, fez parte da Seleção Brasileira pentacampeã do mundo na Copa da Coréia do Sul e do Japão. Também defendeu São Paulo, Santos, Atlético-MG, Bahia e clubes do exterior - França, Inglaterra e Emirados Árabes.

Neste ano, Ricardinho trabalhou como comentarista do SporTV durante a Copa do Mundo e agora tenta emplacar novamente a carreira de trenaidor. Na Ponte, a missão não será das mais fáceis: o clube tenta o acesso à Série A e disputa também a Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, enfrenta o Vasco, às 22h, pela terceira fase do Torneio Nacional, sob o comando do técnico interino Parraga.

A previsão é que Ricardinho, de 38 anos, chegue a Campinas nesta quinta-feira, quando deverá ser apresentado oficialmente pela diretoria da Ponte para ser o quarto treinador do clube em 2014. Antes, passaram Sidney Moraes, Vadão, além de Dado Cavalcanti.