icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2014
17:25

Raymond Whielan, diretor-executivo da Match, empresa designada pela Fifa como a responsável pela venda de ingressos da Copa, foi preso na tarde desta segunda-feira, no hotel Copacabana Palace.

O inglês é apontado pela Polícia Civil do Rio de Janeiro como o principal suspeito de chefiar a quadrilha internacional de cambistas que agia durante a Copa do Mundo.

O pedido de prisão do suspeito foi pedido por Fabio Barucke, da 18ª DP, responsável pela investigação.

- A colaboração de José Massih (um dos 11 presos sob suspeito de integrar a quadrilha) foi imprescindível para chegarmos a esta pessoa - disse o delegado à 'Folha de S. Paulo'.

O franco-argelino Lamine Fofana, inicialmente apontado como o chefe, já está preso. Era ele quem recebia ligações telefônicas oriundas de um celular da Fifa que eram feitas pelo líder da quadrilha.