icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/03/2014
10:15

O presidente da Uefa, Michel Platini, alertou, nesta quinta-feira, o presidente da Fifa, Joseph Blatter, sobre o problema envolvendo os jogadores cujos direitos econômicos são propriedades de empresas ou fundos de investimento. Segundo o dirigente francês, a entidade que comanda o futebol mundial precisa tomar uma providência quanto a isso.

- Se a Fifa não agir, nós vamos lidar com este problema nas nossas próprias competições na Europa. O Comitê Executivo da Uefa já adotou uma posição de princípio sobre esta matéria e vamos levá-la até o fim - assegurou Platini durante o Congresso da Uefa, que está sendo realizado em Astana, no Cazaquistão.

Joseph Blatter estava presente na abertura do Congresso, e ouviu o apelo de Platini. O suíço chegou a ser chamado de "querido amigo" pelo presidente da Uefa.

- Quero aproveitar a sua presença aqui para lhe fazer um pedido solene. Por favor, tenha coragem política para lidar com este problema de uma vez por todas. Há momentos que é preciso parar de se esconder por detrás de comitês, sub-comitês, estudos de peritos e relatórios acadêmicos - disparou Platini.

Em resposta, Blatter, que também chamou Platini de "querido amigo", disse que os dois organismos devem trabalhar juntos sobre essa questão e adiantou que a Fifa encomendou dois estudos sobre o que chamou de "tópico complexo".