icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/03/2014
13:10

O terceiro dia do julgamento do ex-astro paralímpico Oscar Pistorius, nesta quarta-feira, no Tribunal de Pretória, adicionou mais uma polêmica ao sul-africano. Segundo o depoimento do boxeador Kevin Lerena, Pistorius teria pedido para um amigo assumir a responsabilidade por um tiro disparado por baixo de uma mesa de um restaurante.

Ainda segundo o testemunho, Pistorius estava mexendo na arma de um amigo e a disparou acidentalmente no chão do restaurante, onde estava sentado com outras duas pessoas. Depois, Darren Fresco, uma destas duas pessoas, disse que ele próprio havia disparado sem querer.

- Por favor eu não quero atenção em cima de mim, diga que foi você - teria dito Pistorius para Fresco.

O caso ocorreu cerca de um mês antes da noite em que Pistorius teria matado a tiros a sua namorada, Reeva Steenkamp. Esta é a principal acusação contra o sul-africano.

Os dois primeiros dias do julgamento de Oscar Pistorius foram marcados pelos depoimentos de vizinhos, que admitiram terem escutado tiros e gritos na noite do suposto crime.