icons.title signature.placeholder Marcello Vieira
13/11/2013
08:13

Depois de perder o apoio da Democracia Tricolor, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, ganhou um aliado político importante para o próximo pleito. Em reunião ocorrida na noite desta terça-feira, o Ideal Tricolor decidiu abandonar a posição de neutralidade e integrará a chapa da situação, panorama que foi antecipado pelo LANCE!Net.

Ficou acordado que se o atual mandatário for reeleito, o Ideal terá direito a 32 cadeiras no Conselho Deliberativo e ainda indicará do grupo o presidente do Conselho Fiscal.

Dessa maneira, a chapa de situação fica composta por Flusócio, Esportes Olímpicos, Ideal Tricolor e Tricolor de Coração. O vice-presidente geral será Ricardo Martins. A eleição do Fluminense está marcada para o dia 23 de novembro e será disputada entre Peter e Deley.

E MAIS
- Reunião no Flu define composição e cargos chaves da chapa de situação
- Exclusivo! Peter Siemsen fala sobre o futuro do Flu e a luta pela reeleição
- Deley consegue assinaturas e oficializa candidatura à presidência do Flu
- Às vésperas do pleito, cenário político do Fluminense sofre reviravolta
- Novo cenário! Peter Siemsen perde apoio de grupo político

O LANCE!Net teve acesso privilegiado ao comunicado que o Ideal Tricolor divulgará ainda nesta terça-feira. Confira, na íntegra, abaixo:

"O Ideal Tricolor, ao longo de sua história, nunca mediu esforços na contribuição para um Fluminense forte e vencedor, sempre mantendo-se fiel aos seus princípios.  Contando com um grupo crescente de tricolores qualificados, dispomos de um projeto de futuro para o clube (já disponível em nosso site), que está acima de objetivos políticos pessoais e de candidaturas personalistas.

Nosso projeto não foi fruto de um mero exercício intelectual. Pelo contrário, sua colocação em prática, de forma bem sucedida e o mais breve possível, sempre foi nosso objetivo. Uma candidatura própria garantiria comprometimento total entre o futuro presidente e o projeto de revolução gerencial que apregoamos, mas, dadas às circunstâncias políticas do clube na atualidade, abrimos mão deste sonho, no momento, e passamos a avaliar as alternativas existentes: um novo mandato para o atual presidente ou a candidatura da oposição.

Optamos em um primeiro momento pela neutralidade nas eleições que se aproximam, pelas razões expostas em comunicados anteriores, mas nos mantivemos abertos a uma revisão de posição, caso uma mudança no quadro político nos abrisse uma janela de oportunidade para antecipar o início de uma nova era na gestão do clube.

Com isso, os dois pré-candidatos à Presidência do Clube procuraram os coordenadores do grupo, que, democraticamente, dialogaram sobre diversos assuntos em torno do modelo de gestão que os pré-candidatos pretendem implantar para o próximo triênio no Fluminense, e de que forma o grupo poderia contribuir para os respectivos projetos.

Todos os diálogos e fatos ocorridos após a última deliberação do Grupo foram levados para nossa Assembléia Geral de ontém, dia 12 de novembro de 2013, que deliberou, por maioria, pela participação e apoio à Chapa Novo Fluminense, tendo à frente o atual Presidente do Clube, Peter Siemsen.

Considerarmos o balanço geral da gestão atual positivo e ratificamos todos os elogios e as críticas feitas anteriormente. Esperamos que, conforme combinado, ganhando as eleições, tenhamos condições dessa vez de contribuir, juntamente com o Presidente e os demais segmentos do Clube, para correção de rumos, construção e execução de um novo modelo de gestão, com a necessária transformação política e gerencial. E assim sejamos conduzidos a um futuro de sucesso, pleno de vitórias e condizente com a grandeza de nossa história.

Por fim, salientamos que, mais uma vez, o Ideal Tricolor demonstra, por meio dessa decisão, seu intuito de, acima de tudo, contribuir com o Fluminense, superando e deixando para trás eventuais problemas políticos pessoais ou de grupos, e colocando nossos quadros e a força de nosso grupo à disposição de toda Chapa Novo Fluminense para que possamos, em equipe, reeleger Peter Siemsen no próximo dia 23 de novembro de 2013.

Saudações tricolores.

IDEAL TRICOLOR"