icons.title signature.placeholder Marcello Vieira e Maurício Ferro
28/11/2014
08:19

O treino do Fluminense na tarde da última quinta-feira foi marcado por uma visita ilustre. O italiano Marcelo Lippi, campeão do mundo com a seleção da Itália e que exerce atualmente a função de manager do Guanghzou Evergrande, ex-time de Conca na China, visitou a sede do clube nas Laranjeiras, acompanhou a atividade e despertou curiosidade por estar acompanhado de uma pessoa ligada ao empresário Eduardo Uram.

Rapidamente, surgiu a dúvida se Lippi estaria negociando com um dos quatro jogadores do clube que pertencem a Uram. São eles: Bruno, Jean, Henrique e Cícero. Procurado pelo LANCE!Net, o próprio empresário, que recentemente esteve pessoalmente na China, negou a possibilidade.

- Pelo que sei, a ida do Lippi ao Fluminense foi uma visita de cortesia. Posso assegurar que não tem qualquer relação com nenhuma negociação que esteja em andamento com qualquer jogador que represento do clube - disse Eduardo Uram.

As situações dos atletas citados não deixam de inspirar curiosidade. Bruno está na transição do departamento médico para a preparação física e ainda treina separadamente dos demais companheiros. Henrique já treina com o grupo, mas ainda recupera melhor condicionamento. Cícero está lesionado, com pubalgia, e Jean sentiu dores na coxa direita na atividade de ontem, deixou os trabalhos mais cedo e não deve ter condições de atuar domingo, contra o Corinthians.

Procurado pela reportagem, o vice de futebol Mário Bittencourt reafirmou o discurso da visita:

- Marcelo Lippi veio nos visitar para ver o treino e conhecer o clube. Ficamos felizes de receber uma personalidade do futebol no Flu.