icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/03/2014
21:46

A vitória por nocaute diante de Mauricio Shogun no UFC de Natal de um ânimo extra a Dan Henderson no UFC. Depois de amargar uma sequência de três derrotas consecutivas, o americano voltou a figurar no topo da categoria dos meio-pesados e subiu para a posição de número seis no ranking. Mas parece que a ambição de Hendo não se limita apenas à divisão até 93kg.

Com a notícia de que Chris Weidman se lesionou e por conta disso o duelo com Lyoto Machida teve de ser adiado para o dia 5 de julho, no UFC 175, em Las Vegas, Henderson publicou em sua conta pessoal no Twitter uma mensagem direcionada ao presidente do Ultimate Dana White.

- Ei, Dana White, meu deixe enfrentar Lyoto Machida, assim como você o deixou enfrentar Jon Jones quando eu me machuquei - publicou.

O episódio a que Hendo se refere aconteceu em agosto de 2012. Escalado para encarar Jones no UFC 151, que ocorreria em setembro, Dan se lesionou e ficou de fora da disputa. Porém, ao contrário do que mencionou, não foi Lyoto Machida que o substituiu. O carateca recusou encarar Jones de última hora. O brasileiro que entrou na disputa foi Vitor Belfort, que acabou finalizado por Jon no quarto round da luta principal do UFC 152, que aconteceu no Canadá.