icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/07/2013
18:21

Enquanto tenta ao máximo segurar o galês Bale, ou mesmo conseguir a maior quantia em dinheiro possível, o Tottenham já começa a pensar em possíveis substitutos para o craque. O novo nome que surge em Londres é o do argentino Pastore, atualmente no Paris Saint-Germain, segundo o "The Star".

O astro argentino chegou há dois anos na capital francesa, visto como uma das grandes promessas do país. O PSG pagou 36 milhões de libras (R$ 124 milhões) ao Palermo. Muito menos do que o Real Madrid pensa em gastar por Bale. Além de mandar jogadores, como Fábio Coentrão e Di María.

Apesar de ter sido titular no ano passado, Pastore é visto em Paris como um fracasso. Em 66 partidas até agora, marcou 12 gols. Ao lado de Lucas, ele costuma jogar aberto pelos lados, tendo Ibrahimovic e Lavezzi mais centralizados. Com a chegada de Cavani, alguém deve perder espaço.

Outro clube que chegou a mostrar-se interessado em Pastore foi a Roma. Porém, o empresário do jogador, Marcelo Simonian, rechaçou esta possibilidade.

Enquanto tenta ao máximo segurar o galês Bale, ou mesmo conseguir a maior quantia em dinheiro possível, o Tottenham já começa a pensar em possíveis substitutos para o craque. O novo nome que surge em Londres é o do argentino Pastore, atualmente no Paris Saint-Germain, segundo o "The Star".

O astro argentino chegou há dois anos na capital francesa, visto como uma das grandes promessas do país. O PSG pagou 36 milhões de libras (R$ 124 milhões) ao Palermo. Muito menos do que o Real Madrid pensa em gastar por Bale. Além de mandar jogadores, como Fábio Coentrão e Di María.

Apesar de ter sido titular no ano passado, Pastore é visto em Paris como um fracasso. Em 66 partidas até agora, marcou 12 gols. Ao lado de Lucas, ele costuma jogar aberto pelos lados, tendo Ibrahimovic e Lavezzi mais centralizados. Com a chegada de Cavani, alguém deve perder espaço.

Outro clube que chegou a mostrar-se interessado em Pastore foi a Roma. Porém, o empresário do jogador, Marcelo Simonian, rechaçou esta possibilidade.