icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
17/04/2014
07:04

Audinei Azevedo, potencial investidor que promete comprar 100% dos direitos econômicos do lateral-direito Moreira, não negocia mais com o Palmeiras. O clube confirma a informação por meio de sua assessoria de imprensa.

Mas o paraguaio do Libertad (PAR) ainda é alvo. O diretor-executivo José Carlos Brunoro segue em busca de um parceiro, conversa com três candidatos a investidor e deve viajar ao Paraguai em breve.

- Acho que vamos fechar com o Palmeiras. O Brunoro está trazendo um investidor para comprar os direitos do jogador. Vamos nos reunir – declarou Hector Peralta, empresário de Moreira, ao LANCE!Net.

A "novela" começou em dezembro do ano passado, quando Audinei e Brunoro negociaram com o Libertad (PAR) e o fundo representado por Paulo Reichardt, que dividem os direitos econômicos do ala. Na ocasião, as partes queriam dividir os custos da compra e conseguiram que a pedida caísse de US$ 2 milhões para US$ 1,5 milhão (R$ 3,3 mi), mas não houve acordo.

Uma pessoa ligada à diretoria disse ao L!Net que a relação com Audinei foi rompida quando ele condicionou a compra de Moreira à contratação do também lateral-direito Roniery, que pertence ao seu grupo de investimentos, antes do fechamento da última janela de transferências internacionais - ela reabre em 14 de julho.

“O Sr. Audinei Azevedo não participa da negociação desde o fim do ano passado. Não é verdade que foi solicitado recentemente que ele faça qualquer contato com o clube paraguaio em nome do Palmeiras”, diz a nota enviada pelo clube, desmentindo o que Audinei falou ao L!Net.

Ele diz negociar com o Libertad a pedido de Brunoro e que dará prioridade ao clube se efetuar a compra.