icons.title signature.placeholder Eduardo Moura
02/12/2013
19:16

A situação de Diego Forlán causa certo embaraço no Internacional. Sem ser utilizado pelo técnico Clemer, o atacante vive no banco de reservas e não ganha sequência. O treinador já fez elogios ao camisa 7, um dos altos salários do elenco, mas não o escala. O contexto, junto com sondagens do futebol europeu, criou especulações de que ele poderia ser negociado. O pai do jogador, Pablo Forlán, garantiu ao LANCE!Net que ele cumprirá seu contrato até o final - o vínculo se estende até a metade de 2015.

- Diego tem assinado com o Inter até 2015, andaram falando por aí (Porto Alegre) que acabava em 2014. Não, é 2015. Eu, como pai, sempre aconselhei meus filhos a cumprir os contratos. O Diego vai cumprir o contrato com o Inter, que fique claro. Vai cumprir o contrato, goste a quem gostar. Vai cumprir o seu contrato. Se amanhã o clube tem uma proposta, e diz que agora você (Forlán) pode falar com as pessoas, e se gostar do que foi oferecido, pode sair. Mas a ideia dele é cumprir seu contrato - disse, firme, Pablo Forlán.

O segundo semestre de Forlán acabou abaixo do esperado. O rendimento do Campeonato Gaúcho e início do Brasileirão não foi visto. A razão principal, segundo apurou o L!Net, é que o jogador parou de fazer uma preparação especial que acontecia no início, por conta do calendário apertado e das viagens com a seleção. Forlán não está satisfeito no banco. O pai acha tal comportamento sadio. O mesmo disse Clemer, após o empate com o Corinthians.

- Tive a sorte de quase sempre ser titular, mas quem vai ao banco não gosta. Eu que fui técnico também, gosto que o jogador que foi ao banco que me olhe com cara ruim, para mostrar tudo em campo, para me demonstrar que pode jogar. Não um acomodado no banco, dizendo que está tudo bem - completou o pai do uruguaio.